• Facebook Vintage Stamp
  • Instagram Vintage Stamp

              Informa

Viajante               

7 coisas importantes antes de viajar ao exterior

Quem já ouviu aquela velha frase de que ''viajar não é gasto, é investimento''? Uma compra que te deixa mais rico, com novas experiências e muitas histórias boas para contar.

Bem, nem sempre tudo são mil maravilhas, cada um está vivendo um momento diferente e nossas preocupações as vezes são distintas das preocupações dos nossos colegas. Um sente mais frio, outro mais calor, um quer bater perna e fazer compras, o outro pretende visitar um único museu o dia todo. Mas uma coisa temos certeza, independente disso, a preparação para uma viagem é muito importante.

Isso não é bem um check list. Mas, para facilitar as coisas, listamos 7 pontos essenciais para ter organizado antes da sua viagem.

1- Validade do passaporte

Já fez o passaporte? Verificou a data de vencimento? Se tiver que refazer, saiba que o processo é o mesmo, precisa agendar, pagar, ir até o local fazer e depois voltar para retirar.

A expedição de passaportes em território brasileiro é de responsabilidade da Polícia Federal, e para fazer é super simples!

Fique atento também que muitos países exigem que o passaporte tenha uma data de validade de ''X'' meses após a saída planejada.

2- Vistos

Alguns países exigem visto para brasileiros. Mesmo que for apenas uma conexão vale de poucas horas, vale consultar! Em geral não é nada complicado conseguir um visto de turista, mas é melhor checar com antecedência para garantir que chegue com tempo de viajar.

Cada país utiliza diferentes critérios e exigências para a entrada e permanência de estrangeiros.

3- Bagagem

Quem nunca foi viajar levando o guarda-roupa todo e no final não usou nem a metade das peças ou ainda comprou roupas nas lojas locais? Se não é esse o seu caso, com certeza conhece alguém assim que precisa de ajuda para carregar a mala ou ocupa metade do chão do quarto com tudo que, visivelmente, não terá tempo de usar!

Na hora de arrumar a mala, verifique o clima e programe-se. Principalmente se for para mais de um país. O clima pode variar muito, mesmo que em países vizinhos.

Independente da quantidade de conexões que fará, separe uma muda de roupas e deixe na sua bolsa de mão. Imprevistos acontecem.

É importante identifique a sua bagagem, se tiver seguro registre o número do voucher com as suas informações (nome, endereço e telefone).

4- Seguro viagem

Aqui esta um ponto que gera bastante dúvidas. Por isso, em uma nova postagem, vamos detalhar todas as informações sobre o seguro. Faço? Não faço? É obrigatório? Vale a pena só ir com o seguro do cartão de crédito?

De qualquer maneira, saiba que uma viradinha errada de pé, por mais boba que seja, pode acabar com as suas férias. As vezes uma noite no hospital pode sair mais cara do que você imagina.

5- Dinheiro

A não ser que você vá para a Suécia, onde o governo já criou uma sociedade quase sem moeda em espécie, em praticamente todos os países é essencial levar uma certa quantidade de dinheiro em ''mãos''.

Mas quanto é essa quantidade? Vai depender muito do seu estilo de viagem e o que já está pago ou programado. Leve ao menos uma quantia segura para pegar táxi ou transporte público nos primeiros dias, comprar uma água ou lanches em seus passeios, gorjetas se necessário e coisas do tipo. O restante você pode passar no cartão internacional, ir trocando nas casas de câmbio locais ou com pessoas confiáveis.

Lembre-se de avisar o seu banco que ira viajar. Eles precisam desbloquear o seu cartão para uso no exterior e também como medida de segurança saber quando foi e voltou. Fique atento que ao utilizá-lo, será cobrada uma taxa chamada IOF (Importo sobre Operação Financeira), cujo valor é de 6,38% sobre o total da sua compra. Se preferir levar uma quantidade maior em espécie, cuide para não guardar tudo no mesmo lugar.

6- Remédios

Acha que vai enjoar no caminho? Tem rinite? Será que fica com dor de cabeça no avião? Cuidado com a quantidade de remédios que leva em sua bolsa de mão, não ande como uma farmácia ambulante. Existe uma restrição de remédios líquidos (ou outras substâncias), gel ou aerossóis, e deve-se respeitar. O frasco deve ter capacidade máxima de 100 ml e ter isso identificado na embalagem.

Mas o frasco é de 200ml e não está bem cheio, passa? Não! E o aeroporto não guarda para o seu retorno, vai para o lixo mesmo. É triste de ver a quantidade de coisas que vão fora.

Existem exceções se comprovado mediante uma prescrição médica que é necessário portar o medicamento acima de 100 ml. Mas vale sempre consultar a cia aérea ou autoridade aeroportuária e as políticas do país de destino, nesses casos ou com remédios controlados (lembre da receita).

Nunca deixe para comprar remédios de uso contínuo no destino, você pode ter dificuldade em encontrá-los.

7- Cópias

Faça cópias impressas de tudo que for importante. Passagens aéreas, reserva de hotéis, automóveis, voucher do seguro, passaporte (importantíssimo) entre outras coisas. Tem tudo por e-mail ou fotos no celular? E se acabar a bateria do seu celular e não tiver um carregador adaptado para aquele momento? E se a internet não funcionar? Alias, lembrou de desbloquear o seu celular? Não precisa levar uma montanha de coisas impressas, mas é bom prevenir tendo os números dos vouchers a mão, endereços e telefones.

Não é muita coisa, mas na correria do dia a dia, acabamos esquecendo de informações bem básicas e deixar tudo para última hora não é nada bom.

Sabe de mais alguma dica importante ou tem dúvidas? Compartilhe com a gente!

Post recentes

Categorias

Tags